Sobre

Sou formada em Psicologia, com especialização na Abordagem Fenomenológica Existencial pela ABD – Associação Brasileira de Daseinsanalyse e capacitação em Técnicas de Relaxamento de Petho Sandor.

Como todos possuo experiências de vida, vivências boas e ruins que me despertaram, me ensinaram e fizeram com que me tornasse QUEM SOU hoje.

Digo QUEM SOU, pois a busca incessante pelo EU SOU permitiu com que me formasse em Psicologia há 15 anos atrás.

Naquela época, para mim, bastava compreender sobre meus mecanismos conscientes/inconscientes, dominá-los (santa inocência!) para saber que eu “ERA”.

Com o passar do tempo, entrei em um vazio, um baita buraco… profundo… sem fim… chamado Depressão.

Conhecia enquanto profissional da área de saúde os sintomas e o encaminhamento padrão – tratamento com Psiquiatra e Psicoterapia.

Iniciei desse lugar comum, porém frustrado, pois não obtive resultados consistentes.

Decidi então tentar um tratamento alternativo…. holístico??!!! Tomei coragem… e fui… Fui muito FELIZ, pois me CUREI dos padrões físico, mental, emocional e espiritual que me fizeram adoecer assumindo a RESPONSABILIDADE da minha vida, dos meus quereres e desejos.

Fiquei então encantada com a gama de possibilidades de técnicas, ferramentas e recursos terapêuticos que se desvelaram em minha jornada pessoal e que me auxiliaram de forma dinâmica, rápida, assertiva e eficaz na promoção de minha (auto) cura, que me debrucei no conhecimento buscando cursos de formação e capacitação em Bioenergética, Radiestesia, Radiônica, EFT (Acupuntura Emocional), Cromoterapia, Floral de Saint Germain, Fitoterapia entre outras.

E me tornei Terapeuta Integrativa, associando em minha prática profissional técnicas que aprendi ao longo desse lindo caminho e hoje auxilio, dentro do meu propósito de Amor, Acolhimento e Alegria, pessoas que buscam a tomada de consciência, autonomia e responsabilidade sobre suas vidas através do autoconhecimento e espiritualidade.

Espero que sua jornada seja de Luz e Amor e que ESCOLHA ser Feliz!

Abraço carinhoso,

Daniella Gonçalves